BIBLIOTECAS DAS ESCOLAS DE MONTE GORDO/SANTO ANTÓNIO

18
Nov 15

Os alunos do 5.ºH, I e J estudaram a Rosa dos Ventos e os Pontos Cardeais nas aulas de História e Geografia de Portugal com o Professor Vítor Cardeira, que os desafiou a aplicar os conhecimentos através de desenho ou maquete, consoante o gosto, habilidade ou criatividade de cada um. O resultado encontra-se em exposição na nossa Biblioteca.

Aparece, aprecia e aprende!

DSC05607.JPG

DSC05608.JPG

DSC05609.JPG

DSC05610.JPG

DSC05611.JPG

 

Rosa-dos-Ventos é a base da localização relativa em Geografia. Ela indica-nos os pontos cardeais, colaterais e intermédios.

 

 


Rosa dos Ventos é um instrumento antigo utilizado para auxiliar na localização relativa, isto é, como um ponto posiciona-se em relação a outro. Ela também serve de referência para localização absoluta em mapas e cartas. Ela é composta pelo que chamamos de pontos cardeais, que são as diferentes orientações para onde apontam as diferentes direções. 

Os rumos dos ventos, termo que originou a rosa dos ventos, são conhecidos desde a Grécia Antiga. Eles tinham dois rumos, que aumentaram para oito tempos depois. 

Durante a Idade Média, esses rumos ganharam nomes relacionados com as localidades próximas ao Mediterrâneo: Tramontana (norte), Greco (nordeste), Levante (leste), Siroco (sudeste), Ostro (sul), Libeccio (sudoeste), Ponente (oeste) e Maestro (nordeste).

As rosas dos ventos mais completas, com 32 pontos, já se faziam presentes em mapas portulanos no século XIV, que eram mapas utilizados pelos grandes navegadores europeus.

Inicialmente, ela tinha outros formatos, sendo que a sua composição atual em forma de rosa é creditada aos portugueses colonizadores.

 

Fonte: http://www.escolakids.com/rosa-dos-ventos.htm

publicado por bibliocentro às 10:45

02
Fev 12

        Os alunos do 7.º E e F, orientados pelo Professor Paulo Silva, após o estudo e a pesquisa realizados nas aulas da disciplina de Geografia, idealizaram a sua ROSA-DOS-VENTOS, onde a habilidade e a imaginação que dedicaram à tarefa estão bem patentes na exposição de trabalhos que se pode apreciar na Biblioteca.

 

 

         Os Pontos Cardeais são orientado pelo movimento do Sol, tendo como referencial a superfície da Terra. A figura da Rosa dos Ventos, desenvolvida por antigos astrónomos e navegadores, indica os principais rumos ou direcções determinadas pelos pontos cardeais, colaterais e subcolaterais. Com isso, todos os pontos do horizonte pode ser localizados com maior exactidão. Cada quadrante da Rosa dos Ventos corresponde a 90º e padronizou-se o norte ser 0º, o leste 90º, o sul 180º e o oeste 270º.
         A Rosa-dos-Ventos é a base da localização relativa em Geografia. Ela indica-nos os pontos cardeais, colaterais e intermédios.


N – Norte
S - Sul

O - Oeste
E - Este


    

NE - Nordeste
SE - Sudeste
SO - Sudoeste
NO - Noroeste


 

NNE - Nor-Nordeste
ENE - És-Nordeste
ESE - És-Sudeste
SSE - Su-Sudeste
SSO - Su-Sudoeste
OSO - Oés-Sudoeste
ONO - Oés-Noroeste
NNO - Nor-Noroeste

 

   Os pontos intermédios formam-se com o ponto cardeal mais próximo e só depois o ponto colateral. Por exemplo, entre o N e o NE, teremos o NNE. Com todos estes pontos temos a rosa-dos-ventos final:
 

publicado por bibliocentro às 09:31
sinto-me:

23
Fev 11

A Rosa-dos-ventos é um dispositivo circular horizontal, colocado no quadrante da bússola, em que estão traçados raios correspondentes às direcções ou rumos de onde sopram os ventos.

Quando o Professor Paulo Silva pediu aos seus alunos do 7.º E e F que idealizassem uma rosa-dos-ventos, o resultado surpreendeu pela imaginação das formas e materiais utilizados, que muito foi apreciado numa exposição na nossa Biblioteca.

fotos 049.jpg
publicado por bibliocentro às 16:20
sinto-me:

Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


logotipo
à procura do tempo perdido
António Aleixo
E vós que do vosso império prometeis um mundo novo calai-vos que pode o povo q`rer um mundo novo a sério.
visitas
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO